Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/11/20 às 14h04 - Atualizado em 13/11/20 às 17h28

Atleta paralímpico do Distrito Federal representa América Latina no Cybathlon 2020 (olimpíada biônica)

COMPARTILHAR

Representando o Brasil na olimpíada biônica cadeirante pedala com ajuda da tecnologia

 

O Atleta paralímpico Estevão Lopes, participará do próximo Cybathlon 2020. O objetivo do campeonato é reunir equipes que desenvolvem tecnologias para aperfeiçoar a reabilitação de pessoas com deficiência e assim incluí-las cada vez mais ao esporte. Ele faz parte da única equipe da América Latina que estará competindo neste grande evento.

 

A competição será realizada remotamente, cada um na sua cidade de origem, nos dias 13 e 14 de novembro. Com o apoio da Secretaria da Pessoa com Deficiência e da Secretaria de Esporte e Lazer, Estevão que é beneficiário dos programas Bolsa Atleta e Compete Brasília fala da importância dessa disputa.

 

“O meio esportivo precisa de acessibilidade, de pessoas que realmente entendam e saibam lidar com pessoas com deficiência. Era um contato muito esperado para alinhar ideias e fomos muito bem recepcionados”, completa o cadeirante.

 

Estevão faz parte do grupo de pesquisa da Universidade de Brasília (UnB) Empoderando Mobilidade e Autonomia (EMA) ingressa na categoria Corrida de Bicicleta por Estimulação Elétrica Funcional.

 

“Existe um aparelho eletroestimulador acoplado no triciclo e os engenheiros desenvolveram uma interface que faz o papel do cérebro. Então essa interface manda o comando para o aparelho, o aparelho manda o choque para o músculo e eu consigo pedalar”, explicou o multiatleta que compete em alto rendimento.

 

A secretária da Pessoa com Deficiência, Rosinha da Adefal, falou sobre a importância desse tipo de inclusão. “O esporte para as pessoas com deficiência é primordial. É um estimulo, juntamente com saúde, educação e lazer, na transformação da vida das pessoas. Meu desejo é ver todas as pessoas com deficiência podendo praticar algum tipo de esporte”, concluiu a chefe da pasta.

 

Cybathlon 2020

 

A Cybathlon 2020, que está na segunda edição, também conhecida como Olimpíada Biônica, reúne 70 equipes de 23 países. A competição será transmitida ao vivo por meio de uma plataforma on-line feita para a ocasião, sendo legendado em várias línguas e traduzido em lingua de sinais internacional.

 

Em Brasília, a equipe do EMA cumprirá a prova no espaço de treinamento da Capital do Remo, localizado no Setor de Clubes Esportivos Sul. Os quatros melhores classificados em cada categoria participarão das finais no sábado. O Instituto Federal Suíço de Tecnologia assina a concepção da iniciativa.

 

 

Por Ivana Antunes